Bandeiras Azuis na Madeira serão hasteadas sexta-feira no norte da ilha

31 Mai 2018 / 15:16 H.

Catorze praias costeiras do arquipélago da Madeira ostentarão a Bandeira Azul este anos e as duas primeiras bandeiras serão hasteadas na sexta-feira na costa norte.

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) atribuiu ainda Bandeiras Azuis a três marinas, a três embarcações de ecoturismo e a quatro centros azuis.

As praias costeiras galardoadas localizam-se no Funchal nomeadamente Clube Naval do Funchal (privado), Praia do Areeiro (privado), Ponta Gorda - Poças do Governador, Praia Formosa e Lido Complexo Balnear (públicos); Porto Moniz (Piscinas Naturais); Santa Cruz (Palmeiras e Reis Magos); Santana (Ribeira do Faial); São Vicente (Ponta Delgada); Ribeira Brava (Ribeira Brava) e no Porto Santo Fontinha, Cabeço da Ponta (privado) e Ribeiro Salgado (privado).

A Bandeira Azul foi também atribuída à Marina do Funchal, à Marina da Quinta do Lorde (Caniçal) e ao Porto de Recreio da Calheta (na Calheta); a três embarcações de ecoturismo no Funchal (Prazer do Mar, Natureza do Mar e Melhor do Mar) e a quatro Centros Azuis no Funchal.

Na sexta-feira serão hasteadas Bandeiras Azuis nas Piscinas Naturais no concelho do Porto Moniz e na Ponta Delgada, no concelho de São Vicente.

Seguir-se-ão Porto Santo (05 de junho); Santa Cruz (12 de junho); Santana (26 de junho) e Ribeira Brava (02 de julho).

As praias, de concessão pública, na cidade do Funchal, ainda não têm data prevista por estarem a ser alvo de obras de recuperação depois do temporal que assolou a costa sul da Madeira entre os dias 27 de fevereiro e 01 de março, causando prejuízos na ordem dos 670 mil euros.

“À medida que as obras se forem concluindo procederemos ao içar das Bandeiras”, adiantou fonte da Câmara Municipal do Funchal.

O Programa ‘Bandeira Azul’ é um galardão ambiental atribuído anualmente às praias, marinas e portos de recreio que cumpram um conjunto de critérios de gestão ambiental, educação ambiental, informação, qualidade da água balnear, serviços e segurança dos utentes.

Em Portugal, o galardão é desenvolvido pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), secção portuguesa da Fundação para a Educação Ambiental (FEE) e conta com o apoio técnico da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entre outras entidades públicas e privadas com responsabilidades na gestão das praias, marinas e portos de recreio.

Outras Notícias