“A grande dúvida é a rota da tempestade ‘Leslie’”, alerta Victor Prior

Serviço Regional de Protecção Civil é palco de ‘briefing’ esta tarde

12 Out 2018 / 12:30 H.

Victor Prior, director do Observatório Meteorológico do Funchal, disse esta tarde que o período mais crítico da tempestade ‘Leslie’ mantém-se entre as 12 horas de sábado e as 12 horas de domingo.

“Não há muita dúvida da passagem a Norte da Madeira. A grande dúvida é a rota da tempestade”, afirmou o responsável no ‘briefing’ que se realizou na sede da Protecção Civil da Madeira.

O Serviço Regional de Protecção Civil pediu às corporações de bombeiros para prepararem o reforço do dispositivo. E sublinha o facto de coincidir com o fim-de-semana e por isso não se coloca o problema das escolas.

Já o Instituto de Florestas e Conservação da Natureza anunciou que vai encerrar percursos pedestres e alguns caminhos florestais.

Já a Autoridade Marítima disse que “a importância da temperatura da água do mar (à volta da Madeira) é o que vai decidir o trajecto do furacão”, explicou o capitão do Porto do Funchal, Silva Pereira.

A Capitania não vai encerrar, para já, portos, mas admite interditar zonas costeiras, caso se justifique.

“Neste momento não parece tão grave”, justificou o capitão do Porto do Funchal.

Ainda assim, salienta que a se manter a previsão de vento sudoeste, a zona mais afectada da costa será até a Ribeira Brava ou Funchal.

Já a Câmara Municipal do Funchal manifesta receios, sobretudo com os complexos balneares.

Finalmente, o Serviço Regional de Protecção Civil recomendou que o arraial de São Jorge seja cancelado, numa resposta a uma questão do vereador com a Protecção Civil em Santana.

Outras Notícias