Amnésia acidental

09 Fev 2018 / 02:00 H.

    Na sua edição do passado dia 2 do corrente mês de Fevereiro esse Diário deu nota da inauguração das novas instalações do Conselho Regional da Madeira da Ordem dos Advogados.

    Tal noticia em si mesma não mereceria qualquer nota, não fosse a circunstância de os protagonistas do momento (Presidente do CRM e Bastonário) terem sido acometidos, aparentemente, por um ataque de amnésia acidental que os levou a esquecer a verdade histórica recente, qual seja, o facto de durante 10 anos o CRM da Ordem dos Advogados ter estado instalado e a funcionar plenamente no Edifício Arriaga, nesta cidade, em espaço tomado de locação pela Ordem dos Advogados e de essas instalações terem sido efectivamente as primeiras instalações próprias do Conselho.

    Teria, por isso, ficado bem aos ditos protagonistas do momento honrar os protagonistas de então e os esforços pelos mesmos desenvolvidos para concretização de um propósito perseguido durante muitos anos pelos advogados madeirenses: o de dispor de instalações próprias.

    Desiderato que foi de facto alcançado, não agora - ao contrário do que se fez crer - mas no ano de 2008 e teve como protagonistas primeiros o então Bastonário Rogério Alves e o Presidente do CDR Sergio Rebelo e na sua concretização formal o Bastonário Marinho Pinto e o ora signatário enquanto Presidente do CDR.

    Fica assim clarificada a verdade histórica. Porque a verdade factual deve ser sempre respeitada e honrada pelos advogados, especialmente por aqueles que, ocasionalmente, desempenham funções de representação institucional.

    Sem dramas nem preconceitos. Mas sempre no respeito da verdade e do reconhecimento do mérito de cada um.

    Na espectativa que a presente seja publicada na secção respectiva do DN apresento a V.Exª. Sr.Director os meus muito respeitosos cumprimentos.

    Fernando Campos

    Advogado

    Outras Notícias