Trabalhadores bancários do Sul e Ilhas apelam a António Costa

País /
18 Fev 2019 / 10:22 H.

Num comunicado hoje dirigido à imprensa, os Sindicatos e Comissão de Trabalhadores do SBSI/SAMS Sul e Ilhas anunciaram que vão entregar, no próximo dia 19 de Fevereiro, pelas 11 horas, uma exposição e pedido de audiência ao Primeiro-Ministro e secretário-geral do Partido Socialista, António Costa.

Os representantes sindicais “pretendem expor a sua incompreensão, porque esta direcção do SBSI presidida pelo Dr. Rui Riso, deputado do Partido Socialista e membro da Comissão do Trabalho, da Assembleia da República tem sucessivamente encerrado os processos negociais e com esta rejeição das propostas do mediador, demonstrou que o seu claro objectivo é fazer caducar os Instrumentos de Regulamentação Colectiva de Trabalho (IRCT), que se aplicam aos trabalhadores do SBSI e SAMS Sul e Ilhas”.

Neste sentido, “os sindicatos e a Comissão de Trabalhadores solicitam a intervenção do Dr. António Costa para mediar esta incoerente e inadmissível atitude do deputado Rui Riso, que como membro da referida comissão parlamentar tem a obrigação ético-legal de garantir o cumprimento da legislação laboral”.

Os sindicalistas argumentam que Rui Riso tem ignorado o esforço negocial promovido pelos sindicatos, depois de ter unilateral e inexplicavelmente encerrado os processos negociais, em Outubro de 2013 e que não responde aos pedidos de reunião apesar de afirmar que defende o diálogo social, a negociação e a contratação colectiva.

“São estas atitudes político-sindicalmente incoerentes – mas que colocam em risco a estabilidade laboral e, económica dos trabalhadores do SBSI/SAMS, das suas famílias e dos SAMS Sul e Ilhas - que os sindicatos e a comissão de trabalhadores pretendem expor ao Sr. Primeiro-Ministro e Secretário-Geral do Partido Socialista e solicitar a sua intervenção”, remata a nota.

Outras Notícias