SEF deteve homem e constituiu três arguidos por auxílio à imigração ilegal

19 Jul 2019 / 18:11 H.

O SEF deteve hoje de madrugada uma pessoa e constituiu três arguidos por auxílio à imigração ilegal, lenocínio e branqueamento de capitais durante uma operação que decorreu na região Norte num estabelecimento de diversão noturna.

Em comunicado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras refere que no âmbito da operação foram realizadas buscas a dois domicílios na zona de Braga e a um estabelecimento de diversão nocturna, além de várias buscas a viaturas.

Durante a operação “Há 28 III”, o SEF apreendeu mais de 600 mil euros em notas e diverso material de prova, nomeadamente dezenas de telemóveis e variado material informático.

Segundo aquele serviço de segurança, no decurso da ação policial foram identificados clientes, que se encontravam no estabelecimento de diversão, e 22 mulheres que se dedicavam à atividade do alterne e da prostituição.

O SEF adianta que foram também detidas seis cidadãs estrangeiras por permanência ilegal em Portugal e notificadas duas mulheres para abandono imediato do território nacional.

O SEF apreendeu e selou o estabelecimento de diversão noturna, situado na zona de Vila do Conde.

A investigação, que decorreu ao longo dos últimos dois anos, foi coordenada pelo Ministério Público da Comarca de Vila do Conde, e envolveu um total de 22 elementos do SEF com apoio da Guarda Nacional Republicana.