Empresa de painéis solares da Póvoa de Varzim aumenta vendas no 1.º trimestre

Porto /
04 Abr 2020 / 02:12 H.

A Energie, empresa portuguesa de painéis solares, localizada na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, anunciou hoje um crescimento de 11% nas suas vendas internacionais no primeiro trimestre do ano, em comparação com o período homólogo de 2019.

A Energie, que produz este tipo de equipamentos vocacionados para aquecimento de águas sanitárias e aquecimento central, referiu que nos primeiros três meses de 2020 exportou 900 painéis solares para o mercado internacional, com Itália e Holanda a surgirem como os principais destinos destes produtos.

“Foi um trimestre positivo, ainda que o abrandamento económico se vá sentir, essencialmente, a partir de agora”, explicou Luís Rocha, proprietário da empresa poveira.

Segundo o empresário, as vendas para o mercado ibérico também aumentaram neste primeiro trimestre de 2020, face a igual período do ano passado, atingido um acréscimo de 19,8% para Espanha e 12,2% em Portugal, mas teme, agora, uma desaceleração nas transações, devido à pandemia de covid-19.

“O mercado espanhol fechou depois do acelerar da pandemia, tendo as encomendas sido, entretanto, suspensas. Os próximos meses serão difíceis, dada a desaceleração económica que se verifica em todo o mundo e pelo facto de a pandemia ainda estar longe de controlo nos mais variados países”, disse Luís Rocha.

Apesar dessas contingências, e com cerca de 50 postos de trabalho para assegurar, o empresário garantiu que a empresa “continuará a batalhar, quer pelos trabalhadores, quer pela economia nacional”,

Em fevereiro deste ano, as instalações da empresa, localizada na zona industrial de Laúndos, Póvoa de Varzim, ficaram parcialmente destruídas devido a um incêndio, mas poucos dias depois a firma conseguiu retomar a produção.

A Energie, que em 2019 exportou os seus equipamentos para 50 países, tem em construção uma nova unidade produtiva, cujos trabalhos se iniciaram em janeiro, num investimento de um milhão de euros.