Espionagem militar dos EUA está preocupada com crescente poderio militar da China

16 Jan 2019 / 00:16 H.

Uma nova avaliação dos serviços de informações militares dos EUA realçou hoje as preocupações norte-americanas com o crescente poderio militar da China, sublinhando as preocupações com a sua capacidade de atacar Taiwan e ganhar.

Um dos principais dirigentes da espionagem militar norte-americana adiantou que uma das preocupações centrais é com a atualização chinesa do seu equipamento e tecnologias militares, bem como com as alterações no treino e deslocação de tropas. Estas novidades tornaram os dirigentes de Pequim mais confiantes nas suas capacidades de ganhar um conflito regional.

Os líderes de Pequim têm tornado claro que a afirmação da sua soberania sobre Taiwan é a sua principal prioridade.

Este dirigente adiantou que a China pode facilmente disparar mísseis sobre Taiwan, mas que precisa de mais trabalho antes de conseguir invadir esta ilha com sucesso.

A agência de informações do Pentágono (DIA, na sigla em Inglês) divulgou hoje um relatório sobre a China e o dirigente falou sob anonimato para explicar as conclusões do documento.

Tópicos

Outras Notícias