‘Alpinista de biquiní’ morre em Taiwan após queda em desfiladeiro

Taiwan /
22 Jan 2019 / 08:25 H.

As autoridades de Taiwan anunciaram hoje terem encontrado o corpo de uma montanhista que se tornou conhecida nas redes sociais por tirar fotos em biquíni no topo das montanhas e que tinha caído de um desfiladeiro no sábado.

Gigi Wu, 36, apelidada de ‘alpinista de biquíni’ pelos seus seguidores, usou um telefone via satélite no sábado para avisar os amigos que tinha caído num desfiladeiro no Parque Nacional de Yushan em Taiwan e que se encontrava gravemente ferida.

Segundo as autoridades, que encontraram Wu sem vida na segunda-feira, a montanhista disse aos seus amigos que caíra de uma altura de 20 a 30 metros e que não conseguiu mover a parte inferior do corpo, tendo morrido, aparentemente, de hipotermia.

Taiwan tem muitas montanhas que frequentemente ultrapassam três mil metros. No inverno, as temperaturas caem regularmente abaixo de zero.

Gigi Wu é o caso mais recente de uma série de aventureiros de redes sociais que conheceram um desfecho fatal.

Em outubro de 2018, o “Journal of Family Medicine e Primary Care” informou que cerca de 260 pessoas morreram no mundo nos últimos anos a tentarem tirar uma fotografia de si próprias, conhecida como uma ‘selfie’.

A jovem formou um grande grupo de seguidores, publicando auto-retratos em biquíni quando chegava ao alto das montanhas, depois de subir em roupas de caminhada.