Suspensa greve de fome dos cinco estrangeiros e de um madeirense reclusos na Cancela

Protesto tinha sido iniciado a meio da semana

08 Dez 2018 / 12:10 H.

Nenhum dos seis reclusos do Estabelecimento Prisional do Funchal que, a meio da semana iniciaram greve de fome, cinco estrangeiros e um madeirense, mantém o protesto, apurou o DIÁRIO, junto de fonte prisional.

Os serviços clínicos da cadeia da Cancela terão conseguido demover os cinco presos estrangeiros, entre os quais três coreanos, e o madeirense, que recusavam ingerir qualquer alimento como forma de protesto contra a alegada falta de condições.

De acordo com a nossa fonte, os reclusos em causa “já não estão em greve de fome”. A suspensão da greve verificou-se depois dos serviços clínicos terem solicitado a colaboração do adjunto para o tratamento penitenciário, que após negociação com os reclusos grevistas, conseguiu que estes abdicassem de levar avante a greve de fome.

Outras Notícias