Sensação de impotência cresce no sector da saúde

15 Dez 2018 / 07:00 H.

Sensação de impotência cresce no sector da saúde faz hoje a manchete do DIÁRIO. O nosso matutino relata, nas páginas 4 e 5, que a directora clínica do SESARAM admite insatisfação e angústia perante as listas de espera, não utilização do bloco de ambulatório, falta de recursos humanos e de coragem de alguns médicos.

Ainda na edição deste sábado, o DIÁRIO dá conta, na página 14, que Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional, foi reeleito líder do PSD/M com 98,4% dos votos e que o deputado social-democrata Calaça pediu a suspensão do mandato, dando lugar a Carolina Silva.

O nosso matutino revela, na página 29, que 634 famílias madeirenses precisam de casa e que Ana Pinho, secretária de Estado, garantiu que as carência habitacionais são prioritárias.

Fique ainda a saber que 258 mil euros estão por entregar e que 35 entidades desportivas arriscam perder verbas anteriores a 2013. Saiba tudo na página 18. Além disso, o DIÁRIO conta, na página 28, que em 2019 não irá haver rali no Porto Santo.

Este sábado, o nosso matutino revela ainda, nas páginas 12 e 13, que a hotelaria tradicional regista perdas.

Isto e muito mais para ler na edição deste dia 15 de Dezembro.

Outras Notícias