Recuperação do Podengo do Porto Santo já começou

18 Mar 2019 / 15:11 H.

Promovido pela Direcção Regional para Administração Pública do Porto Santo, está um curso, o projecto de recuperação da raça Podengo do Porto Santo. O objectivo central é proceder ao reconhecimento oficial.

Sara Pinto da Silva, veterinária, que trabalha nesta direcção regional, disse ao DIÁRIO que “está tudo no fase inicial. “Estamos a fazer um levantamento demográfico e estão a ser recolhidos os dados dos animais que supostamente se enquadram nas características da raça, sendo que, a partir daí, será realizada uma selecção desses animais e feita a identificação de todos eles”, afirmou.

Sara Pinto da Silva adiantou que depois serão feitas recolhas de DNA dos animais para realizar uma caracterização genética da raça e verificar se existem exemplares suficientes para que se possa considerar uma “raça oficialmente”.

Já existem porto-santenses que têm este tido de cães (normalmente utilizados para a caça) que já se mostraram interessados. Sara Pinto da Silva disse, a este propósito, que “já há efectivamente respostas aos questionários que foram colocados online e existem alguns antigos caçadores que ainda têm muitos animais com estas características”.

O DIÁRIO sabe que os porto-santenses que têm interesse em ver oficializado da raça O Podengo do Porto Santo devem chegar às 15 pessoas e, neste momento, já devem haver cerca de 20 cães para ser identificados.

Outras Notícias