Orçamento de ‘proximidade’ de Pedro Coelho aprovado sem votos contra

06 Dez 2019 / 12:01 H.

Depois de aprovados pelo executivo municipal, o Orçamento Municipal (OM) e o Plano Plurianual de Investimentos (PPI) para 2020 foram hoje aprovados em Assembleia Municipal de Câmara de Lobos (AMCL), sem votos contra.

O OM foi aprovado com os votos favoráveis do PSD e abstenção do PS e CDS. Já o PPI mereceu os votos favoráveis do PSD e CDS, com o PS a abster-se novamente.

Conforme noticiou o DIÁRIO na edição imprensa desta sexta-feira, a proposta de Orçamento Municipal de Pedro Coelho -- marcada pela continuidade da política de proximidade que caracteriza a actual governação em Câmara de Lobos -- ascende a 20,7 milhões de euros, sendo que cerca de metade desse valor, (10,5 milhões de euros) são reservados directamente para investimento de capital, o que configura, proporcionalmente, a mais alta taxa de investimento público entre os municípios da RAM.

No próximo ano o OM contempla 1,2 milhões de euros para a Cultura e Desporto, 626 mil euros para a Educação, e 322 mil euros a distribuir em ‘Acordos’ com as cinco Juntas de Freguesia do Município.

Em 2020, o PPI reserva mais de 4,3 milhões de euros para a criação e melhoraria acessibilidades, com particular destaque a construção dos novos caminhos agrícolas da Achada-Chote, no Jardim da Serra, e da Caldeira.

Serão igualmente finalizadas as empreitadas do caminho agrícola da Nogueira, de alargamento do Caminho do Ribeiro Real, entre outras obras relevantes para o quotidiano das pessoas.

Referência especial também para o arranque da grande obra de regeneração da frente-mar de Câmara de Lobos.