MPT quer que a Câmara do Funchal “fale a verdade aos bombeiros”

20 Nov 2018 / 18:09 H.

O MPT Madeira tem denunciado o facto de os Bombeiros Sapadores do Funchal continuarem a receber os mesmos vencimentos de quando eram Bombeiros Municipais e pede à Autarquia que “fale a verdade” e termine com “este embuste” que tanto tem apregoado como um dos seus marcos governativos.

Por esta razão, Roberto Vieira exige que os Bombeiros beneficiem das mesmas tabelas salariais dos Sapadores, com retroactivos desde que a Câmara Municipal do Funchal fez esta transição, em 2016 e pede ainda que explique como é que abre um concurso para novos elementos desta nova corporação com base no regulamento dos Bombeiros Sapadores, onde é exigido o 12.º ano de escolaridade, sendo que foram integrados elementos sem habilitações mínimas exigidas para uma Corporação de Sapadores.

“O Partido não está contra estes terem possibilidade de integrar os quadros dos Bombeiros Sapadores do Funchal, mas está contra a forma como todo este processo está a ocorrer, no que concerne às regras de admissão, para uns apertadas e para os amigos facilitadas”, diz Roberto Vieira salientando que a Câmara abre um concurso para Sapadores e depois aplica as normas e regras dos bombeiros municipais. Situação que considera uma autêntica “salada russa”, sem legislação que permita a mobilidade de municipais para sapadores, ficando “estes soldados da paz com a fama sem ter o proveito”.

Outras Notícias