Madeira retoma prémio John Dos Passos de homenagem ao escritor norte-americano

19 Mar 2019 / 19:26 H.

A Madeira vai retomar o prémio literário John Dos Passos para as modalidades de prosa de ficção ou ensaio, no valor de sete mil e quinhentos euros, revelou hoje, em suplemento, o Jornal Oficial da Região.

Instituído em 2007, pelo município da Ponta do Sol, em homenagem ao escritor norte-americano John Dos Passos, descendente de portugueses, autor de “Manhattan Transfer”, o prémio foi atribuído apenas em três edições - 2007, 2009 e 2011 - e é agora retomado pelo executivo regional.

Na resolução hoje publicada, é recordado que foi obra do Governo regional a construção do Centro Cultural John dos Passos, na vila da Ponta do Sol, onde os antepassados do escritor “têm raízes”.

Nascido em Chicago, nos Estados Unidos, em 1896, John Dos Passos é um dos expoentes do modernismo norte-americano, a par de E.E. Cummings, com quem privou.

Estreou-se nas letras com “One Man’s Initiation”, em 1919, ganhou o reconhecimento da crítica com “Manhattan Transfer” (1925), distinguiu-se com a trilogia “U.S.A.” (”Paralelo 42”, “1919”, “Dinheiro Graúdo”), obra publicada durante a Grande Depressão, ao longo da década de 1930 (1930-1936), que marcou a expressão da literatura norte-americana, em termos estilísticos e formais.

Escreveu igualmente “Aventuras de um Jovem”, “Três Soldados”, “Fadado para Vencer”, “Oriente Expresso”, e ainda “Três Séculos de Expansão e Descobrimentos”, em que abordou a expansão marítima portuguesa, entre outras obras.

Na resolução hoje publicada, o executivo recorda o programa de governo, em que apela à “definição de políticas culturais que contribuam, de forma dinâmica, para a preservação e divulgação das heranças patrimoniais (em termos materiais e imateriais) que definem a identidade histórico-cultural dos madeirenses”, para sustentação da decisão.

A resolução estabelece ainda que “o prémio John Dos Passos tenha o valor de sete mil e quinhentos euros, seja atribuído bienalmente, na sequência de concurso, de forma alternada, a autor(es) de obra publicada em território nacional e em língua portuguesa, nas seguintes modalidades: Modalidade Literária - Prosa de Ficção (romance ou antologia de contos); Modalidade Ensaio - Ensaio Histórico ou Literário”.

As raízes de John Dos Passos na vila da Ponta do Sol, na Madeira, remontam a um avô que cedo emigrou para os Estados Unidos da América.

De acordo com a informação disponibilizada no sítio da internet da câmara local, “Jonh Dos Passos visitou a ilha da Madeira, em criança, acompanhado pelo seu pai (1905) e, mais tarde, em 1960, voltou a visitar as suas raízes, desta feita acompanhado pela mulher, Elizabeth Hamlin Dos Passos, e a filha Lucy Dos Passos Coggin”, tendo sido “recebidos por familiares e autoridades locais”.

John Dos Passos morreu em Baltimore, nos Estados Unidos, em 1970, aos 74 anos.

Outras Notícias