Incidente na saída do Lobo Marinho do Funchal dá mote para um exercício de grande escala

09 Nov 2018 / 15:54 H.

O Serviço Regional de Protecção Civil está a preparar um exercício de grande escala, que vai simular um incidente a bordo do Lobo Marinho, à saída do porto do Funchal. Todos os meios de socorro da Madeira vão estar empenhados neste exercício, na próxima sexta-feira.

Aliás, na próxima semana a Madeira “será página no país”, tal como avançou o secretário da Saúde, Pedro Ramos. O governante falava, esta tarde, na apresentação do Congresso Nacional de Emergência Médica Pré-Hospitalar, que vai decorrer nos dias 15, 16 e 17 de Novembro de 2018. Esta iniciativa, a primeira organizada a nível nacional, vai contar com um vasto painel de oradores regionais, nacionais e até internacionais, especialistas no socorro pré-hospital.

À margem deste evento, arranca já na próxima segunda-feira a 17ª edição do curso Medical Response to Major Incidents, que conta com 150 inscritos das mais diversas profissões. Desde médicos, enfermeiros, psicólogos e outros profissionais ligados à área da Saúde vão participar nos três dias de formação.

No que diz respeito ao exercício a bordo do navio Lobo Marinho, este deverá gerar grande aparato, uma vez que o helicóptero da Força Aérea irá resgatar os ‘feridos’ mais críticos deste incidente. Os restantes serão resgatados por via marítima, pela Polícia Marítima, GNR e SANAS e depois socorridos em terra pelos meios dos bombeiros, Cruz Vermelha e EMIR.

Os três eventos marcam assim a semana e pretendem testar os meios da Região para fazer face a um cenário de um grande incidente.

Outras Notícias