Empresas madeirenses com incentivo de mais 10,7 milhões para valorizar negócios

Governo consegue reafectar fundos europeus para projectos de eficiência energética

19 Jun 2019 / 13:01 H.

O Governo Regional da Madeira, através do Instituto de Desenvolvimento Empresarial, apresentou hoje o renovado Sistema de Incentivo (SI) Valorizar que irá garantir fundos na ordem dos 10,7 milhões de euros para as empresas poderem usar na maior eficiência energética dos seus negócios.

Vão ser abertas duas fases de candidatura, com incentivos até 300 mil euros, que correspondem ao máximo de 60% dos investimentos aplicados, nomeadamente na utilização de energias renováveis, por exemplo, nas unidades hoteleiras e de Turismo em geral.

O balanço do que ficou para trás desde que o SI Valorizar foi criado em 2015 e o lançamento do renovado sistema, que garante 6,5 milhões de 24 de Junho a 23 de Agosto e 4,2 milhões de 24 de Agosto a 11 de Outubro, foi apresentado por Jorge Faria, presidente do IDE.

Já o vice-presidente do Governo fez a intervenção política num salão nobre na Avenida Zarco, tendo Pedro Calado salientado que o objectivo passa por assegurar que a Madeira, que tem tido bom desempenho económico (a crescer há 70 meses) e com reflexos no emprego (taxa de desemprego abaixo dos 10%), não sofra com os sinais preocupantes que se sentem a nível internacional e podem, inclusive, levar a uma nova crise económica.

Pedro Calado lembrou que desde 2012 a Região fez o seu trabalho de casa, baixando em 38% a sua dívida pública, ao contrário do que se fez na República, onde esta nunca foi tão alta.

O governante advertiu que as empresas não podem continuar a fazer mais do mesmo, esperando que continuem a criar emprego ao mesmo tempo que aproveitam os incentivos para serem mais competitivas ao abrigo das recomendações europeias de eficiência energética, além do governo regional proporcionar uma baixa de impostos para empresas e famílias como nunca tiveram.