Deputados do PSD debatem crise na Venezuela com Ministro dos Negócios Estrangeiros

Lisboa /
11 Fev 2019 / 15:30 H.

Os Deputados madeirenses do PSD, na Assembleia da República (AR), em Lisboa, reuniram-se hoje com o Grupo Parlamentar do PSD e um grupo de lusodescendentes para abordar a situação na Venezuela, país que acolhe milhares de portugueses.

O encontro serviu para clarificar alguns pontos que estarão em discussão amanhã, na AR, na audição ao Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto santos Silva, no âmbito da reunião da Comissão Parlamentar de Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas.

Paulo Neves, deputado madeirense, entende que o Governo Português deve ter um papel mais interventivo no encontro de soluções para a crise na Venezuela. “O governo português tem de estabelecer com as autoridades venezuelanas linhas vermelhas onde não se pode passar”, salientou, referindo-se ao facto de não ser admissível haver detidos madeirenses por se terem manifestado contra o regime de Maduro.

Não é ainda inaceitável, no entender de Paulo neves, que a ajuda humanitária, seja do governo português ou de instituições internacionais não possa chegar à comunidade madeirense e aos venezuelanos em geral, assim como não é possível aceitar “ataques cirúrgicos como já vão acontecendo a interesses portugueses na Venezuela”, sendo importante proteger todos os que lá vivem.

“Achamos que deve haver corredores humanitários para prestarem ajuda urgente a esta população” assim como a necessidade de “eleições livres” e uma “clarificação urgente da vida política na Venezuela”, sem esquecer um “plano de auxílio de emergência económica à Venezuela”.

É ainda intenção de Paulo Neves mostrar a necessidade de aumentar o número de pessoas que trabalham nos consulados portugueses na Venezuela.