CMF homenageia Professora Lígia Brazão na abertura do Festival de Marionetas

10 Out 2019 / 21:42 H.

O vereador da Câmara Municipal do Funchal, Rúben Abreu, marcou presença, esta tarde, no Teatro Municipal Baltazar Dias, na sessão de abertura do Festival de Marionetas e Outras Formas Animadas – MARIOFA, que teve como ponto alto, o descerramento de uma placa de homenagem à Professora Lígia Brazão, grande impulsionadora da arte da marioneta na Região.

Rúben Abreu salientou que “é um prazer para a Câmara Municipal do Funchal estar presente na homenagem a uma mulher como a Professora Lígia Brazão, todos nós temos um professor que recordamos com saudade por ter marcado a nossa vida, acredito que muitos alunos madeirenses recordam a Professora Lígia Brazão como essa pessoa, que os marcou pela forma entusiasta como se dedicou a ensinar-lhes a magia do Teatro de Marionetas”.

“Especialmente neste momento em que damos início à primeira edição do Festival de Marionetas, não o poderíamos fazer sem agradecer e reconhecer o mérito de quem, durante décadas, divulgou esta arte cénica através de peças de teatro e oficinas de construção e manipulação de marionetas, e também por toda a influência e sobretudo motivação na vertente artística, que a Professora Lígia Brazão exerceu sobre várias gerações de professores e crianças”.

O Vereador referiu que a Autarquia “dispõe de um apoio financeiro para o associativismo e actividades de interesse municipal, ao qual se candidatou a Associação Nuvem Aquarela para a realização deste festival”, reforçando que o Município continua “disponível para apoiar novos projectos, novas produções, que contribuam para promover a arte, os nossos artistas e enriquecer a nossa cidade e a nossa cultura”, concluiu.

Recorde-se que o MARIOFA, uma co-produção da Câmara Municipal do Funchal e da Associação Nuvem Aquarela, apresenta-se como um festival diversificado e dirigido a vários públicos, desde as crianças aos adultos, e percorrerá, de 10 a 12 de outubro, vários espaços da cidade, com espectáculos no Largo da Restauração, na Praça Amarela, na Zona Velha e no Parque de Santa Catarina e Teatro Municipal.

Outras Notícias