Carlos Farinha acompanha director nacional da PJ em visita de dois dias à Madeira

Ricardo Tecedeiro deverá ser anunciado como novo coordenador de investigação criminal da PJ no Funchal

16 Jan 2019 / 10:54 H.

O director nacional da Polícia Judiciária (PJ), Luís Neves, far-se-á acompanhar do adjunto Carlos Farinha na visita de dois dias, prevista para esta quinta e sexta-feira, 17 e 18 de Janeiro, à Madeira, para apresentação de cumprimentos às entidades regionais, para inteirar-se das necessidades ao nível de recursos judiciários e também para anunciar o novo coordenador do Departamento de Investigação Criminal da PJ no Funchal.

Carlos Farinha, ex-director do Laboratório de Polícia Científica da PJ, em Lisboa, é um profundo conhecedor da realidade judiciária na Madeira, ele que durante vários anos dirigiu o DIC-Funchal. Daí que Luís Neves tenha feito questão de que estivesse presente nesta deslocação, a primeira à Madeira na qualidade de responsável máximo pela PJ, cargo que assume desde Junho de 2018.

Um dos compromissos que constam na agenda é uma audiência com o Representante da República, Ireneu Barreto, pelo meio-dia, no Palácio de São Lourenço. Contudo, de acordo com o Gabinete de Comunicação da PJ, Luís Neves e Carlos Farinha terão outros encontros programados com representantes e dirigentes regionais e judiciários para apresentação de cumprimentos.

No programa consta também uma visita às instalações da PJ no Funchal, onde o responsável máximo pela instituição judiciária se inteirará sobre as necessidades ao nível de recursos humanos e materiais e definirá a linha de objectivos para 2019.

Nesta oportunidade, deverá também ser anunciado o nome do sucessor de Eduardo Nunes no cargo de coordenador do DIC-Funchal, ele que cessou funções a 25 de Dezembro último, passando ao regime de disponibilidade depois de ter concluído uma comissão de serviço de quase seis anos. O nome indicado para assumir o cargo cimeiro da PJ na Madeira é Ricardo Tecedeiro, número dois na estrutura dirigida por Eduardo Nunes.

Refira-se que Ricardo Filipe Tecedeiro é um dos 40 coordenadores de investigação criminal de escalão 1 do mapa de pessoal da Polícia Judiciária que foram nomeados a 30 de Novembro de 2017 por despacho de Pedro do Carmo, antigo diretor nacional-adjunto da PJ.

O Gabinete de Comunicação da PJ em Lisboa não confirma o nome do sucessor, mas admite que será anunciado durante a visita de Luís Neves. Para sexta-feira, está prevista uma conferência de imprensa para balanço desta visita de dois dias.

Tópicos