Bispo celebra Sábado de Aleluia com liturgia em torno do perdão e da morte de Cristo

20 Abr 2019 / 10:48 H.

Neste Sábado de Aleluia, o bispo do Funchal celebrou esta manhã, na Sé, a Oração das Laudes e Ofício de Leitura, uma liturgia em torno do perdão, da morte de Cristo e da sepultura.

D. Nuno Brás destacou o facto de Deus ter assumido “o nosso sofrimento e a nossa morte”, sem que nenhum dos fiéis tenha “palavras” para tanta devoção.

Frisou que hoje é “dia do silencio”, havendo nos nosso corações um “vazio de quem nada pode, nada sabe e nada é capaz”.

A Oração das Laudes e Ofício de Leitura foi pautada por muita oração em canto com o coro da Sé.

Segue-se agora, às 21h30, a celebração da Vigília Pascal.

Amanhã, Domingo de Páscoa, às 10h45, desenvolve-se a procissão da ressurreição, cortejo que culmina com a Missa da Ressurreição agendada para as 11 horas, na Sé do Funchal.