Usain Bolt renuncia à tentativa de ser futebolista

22 Jan 2019 / 23:08 H.

O antigo velocista jamaicano Usain Bolt, que conquistou oito títulos olímpicos entre os 100 e 200 metros, renunciou à tentativa de se converter em futebolista, após experiência malsucedida na Austrália, pelo que vai focar-se na sua carreira de empresário.

“A vida desportiva acabou, então estou a olhar para coisas diferentes. Tenho muitas situações em espera, várias coisas que quero fazer e ser agora um homem de negócios”, confessou, a uma televisão na Jamaica.

Uma das grandes estrelas dos Jogos Olímpicos Pequim2008, Londres2012 e Rio2016 esteve para assinar contrato profissional com uma equipa australiana, o Central Coast Mariners, com a qual treinou várias semanas no verão de 2018, contudo o desacordo salarial forçou o rompimento das negociações.

“Foi uma boa experiência. Gostei verdadeiramente de estar numa equipa, o que é diferente da pista. Foi divertido”, acrescentou o ex-atleta, agora com 32 anos.

A conclusão sobre esta tentativa de reconversão desportiva foi resumida com um “vivemos e aprendemos”.

Além dos oito títulos olímpicos, Bolt foi também 11 vezes campeão do Mundo.

Tópicos