Benfica e Braga aproveitaram mesmo e encostaram-se ao FC Porto

10 Fev 2019 / 22:48 H.

O Benfica, com uma histórica goleada de 10-0, e o Sporting de Braga ganharam hoje os seus jogos da 21.ª jornada da I Liga de futebol, não desperdiçando a ocasião de se aproximarem do líder FC Porto.

Depois do empate do campeão em Moreira de Cónegos (1-1), na sexta-feira, confirmou-se o relançamento do campeonato, com os 10-0 do Benfica ao Nacional e o 2-1 do Sporting de Braga ao Chaves, a deixar o trio quase junto: o FC Porto tem 51, o Benfica 50 e o Sporting de Braga 49.

Mais distante, o Sporting consolidou o quarto lugar: ganhou por 3-1 ao Feirense e volta a ter sete vantagem sobre o Moreirense.

Na Luz, toda a gente esperava a vitória do Benfica, mas ninguém certamente esperava que o resultado chegasse aos dois dígitos, o que já não acontecia há 55 anos. O grau de moralização dos ‘encarnados’ é grande, uma semana depois da excelente vitória por 4-2 em casa do rival Sporting.

Não podia começar melhor o jogo para os os pupilos de Bruno Lage, já que chegaram ao golo, por Alex Grimaldo, aos 33 segundos da partida. Até ao intervalo, também houve tempo para Seferovic bisar, ele que assistira no primeiro.

Na segunda parte, o descalabro madeirense prosseguiu e houve tempo para golos de João Félix, Pizzi (grande penalidade), Ferro, Rúben Dias, Rafa e Jonas, que ‘bisou’ no seu regresso à equipa, após mais de um mês de ausência.

Sem a mesma ‘nota’ artística, mas com um bela reviravolta no resultado, o Sporting de Braga ‘teima’ em se manter na corrida pelo campeonato, tanto mais que ainda vai receber FC Porto e Benfica.

Hoje, foi o Chaves que colocou pressão nos ‘arsenalistas’, com o golo de Luís Martins, aos 51. Responderam os minhotos com os tentos de Dyego Sousa, aos 64, continua isolado na lista dos melhores marcadores, agora com 14 golos, e Claudomir, aos 80.

Os bracarenses já não perdem desde o 6-2 na Luz, em finais de dezembro, e nas últimas sete jornadas contabilizam seis vitórias e um empate.

A jogar no terreno do lanterna-vermelha Feirense, o Sporting fez o que se lhe exigia e sai da Feira com os três pontos. O resultado final foi de 3-1, com os golos dos ‘leões’ creditados a Briseño (autogolo) e Bruno Fernandes, este por duas vezes, e o tento ‘fogaceiro’ a Petkov.

No outro jogo do dia, o Boavista deu uma ‘sapatada’ bem sucedida para sair da zona de despromoção, ao vencer no Bessa o Santa Clara, por 1-0, com golo de Rafael Costa, de grande penalidade.

O Boavista salta de 16.º para 12.º e faz cair para a zona de descida o Nacional.

Tirando o Feirense, que já é claro último, com 14 pontos, os outros lugares no fim da tabela estão ainda longe de estar definidos, com três pontos a separar Vitória de Setúbal, o 13.º, e Chaves, o penúltimo, com 18 pontos.

A 21.ª jornada ainda se prolonga até segunda-feira, fechando em Setúbal, com a receção do Vitória ao Belenenses.

Tópicos