Parceria entre Grupo Sousa e Conservatório permite levar cultura ao Porto Santo

15 Fev 2019 / 13:04 H.

O Grupo Sousa (Empresa de Tráfego do Funchal) e o Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira – Eng. Luiz Peter Clode (CEPAM), assinaram hoje um protocolo de colaboração, válido por dois anos, para a realização de dois concertos no Porto Santo, em 2019 e 2020, com orquestras formadas por alunos do Conservatório e elementos do seu corpo docente.

Neste contexto, a Orquestra de Sopros do Conservatório e a Orquestra Académica actuarão em Março de 2019 e de 2020, respectivamente, no âmbito do projecto ‘À Descoberta da Música’.

Além destes concertos, o protocolo visa a promoção cultural, através da música, no Porto Santo, e o incremento do número de alunos no núcleo do CEPAM na ilha dourada.

Amaral Frazão, representante do Grupo Sousa, salientou a satisfação do grupo empresarial madeirense no apoio a projectos diversos, nas áreas da cultura, do desporto e da educação.

Este em concreto permitirá “levar a cultura ao Porto Santo” e sobretudo “estimular o interesse pela música”. Reconheceu o “mérito do corpo docente” do CEPAM e congratulou-se com o facto de participar neste projecto plurianual em Maço deste ano e de 2020.

Jorge Carvalho, secretário regional da Educação, enalteceu o apoio do Grupo Sousa que permite valorizar a formação artística regional e cria condições para que os alunos e professores possam tornar visível o trabalho e a aprendizagem realizada no Conservatório.

“Ao darmos a conhecer as entidades de formação, estamos a criar condições para que a população possa usufruir desse desempenho, em particular na ilha do Porto Santo que, pela sua descontinuidade territorial, tem dificuldade em aceder aos espectáculos e a determinados tipos de cultura”, frisou Jorge Carvalho, cuja ideia passa por “criar condições para que os porto-santenses possam usufruir destes espectáculos”.

O secretário salientou ainda que o compromisso da SRE passa por “contribuir para que a formação dos alunos e o desempenho dos professores seja de grande qualidade, para que a sociedade possa crescer e forma-se do ponto de vista artístico e cultural”.