Estivadores em greve contra as práticas anti-sindicais nos portos do Caniçal e Leixões

13 Jul 2018 / 17:24 H.

Através de um comunicado hoje dirigido à imprensa, o Sindicato Nacional dos Estivadores declarou greve à prestação de trabalho nos Portos de Lisboa, Setúbal, Sines, Figueira da Foz, Leixões, Caniçal, Ponta Delgada e Praia da Vitória, nos próximos dias 27 e 28 de Julho.

A paralisação deve-se à “crescente proliferação de práticas anti-sindicais nos diversos portos portugueses, revestindo-se estas de extrema gravidade no porto de Leixões, permanecendo ainda graves no porto do Caniçal”, explica a mesma nota.

“A greve envolverá todos os trabalhadores portuários efectivos e também aqueles que possuam vínculo contratual de trabalho portuário de duração limitada, cujas entidades empregadoras ou utilizadoras sejam ETP’s ou empresas de estiva em actividade nos referidos portos, compreendendo-se ainda no âmbito da greve as empresas titulares de direitos de uso privativo na respectiva área portuária, e compreendendo-se na paralisação do trabalho todas e quaisquer operações incidentes sobre a carga e/ou descarga ou sobre a mera movimentação de bens ou mercadorias, em navio ou fora dele, a realizar na zona portuária da área de jurisdição de cada porto, seja qual for a entidade responsável pelas operações e seja qual for a condição contratual dos respectivos trabalhadores”.

Os serviços portuários estarão suspensos entre as 08 horas do dia 27 de Julho de 2018 e as 08 horas do dia 28 de Julho de 2018.

Outras Notícias