Mais de uma centena de alegados membros do Estado Islâmico presos na Turquia

09 Nov 2017 / 09:14 H.

Pelo menos 110 alegados membros do grupo extremista Estado Islâmico foram presos hoje na província turca de Ancara durante uma operação policial, informa a agência de notícias Anadolu.

Segundo a notícia, as forças de segurança fizeram, durante a madrugada, buscas em 250 residências tendo efectuado a detenção de 245 suspeitos.

Pelo menos 110 pessoas ficaram presas, mas a operação das autoridades ainda continua.

Cerca de 1.500 polícias, membros da unidade antiterrorista e do departamento de informações da Direcção de Segurança de Ancara participam na operação.

Segundo a agência Anadolu, a polícia apreendeu uma “grande quantidade” de material informático pertencente à organização.

A polícia turca prendeu mais de 300 suspeitos de envolvimento com a organização Estado Islâmico desde o princípio do mês de Novembro.

Na quarta-feira, o jornal Hurriyet dava conta da captura de um membro do grupo extremista na cidade de Kayseri, no centro do país.

Nos últimos anos, a Turquia foi alvo de vários atentados reivindicados pelo Estado Islâmico.

O último grande atentado ocorreu no princípio do ano quando um operacional do Estado Islâmico matou a tiro 39 pessoas numa discoteca de Istambul.

Outras Notícias