Trabalhadores do Casino reivindicam actualização do salário

29 Dez 2017 / 17:59 H.

Os trabalhadores da sala do jogo tradicional do Casino da Madeira estão em greve, desde o dia de hoje e por tempo indeterminado, devido à falta de actualização dos salários.

De acordo com Lisandra Gouveia, delegada sindical “há 3 anos que o ordenado não sofre nenhuma actualização salarial”. “Acabamos de ver nas notícias que o ordenado mínimo na Região já está em 592 euros. Nós recebemos 619 euros brutos e feitos os descontos, fica abaixo do salário mínimo”, referiu, vincando que o objectivo é alcançar um aumento na ordem dos 40%.

A sala de jogos tradicionais do Casino da Madeira emprega 22 funcionários, 70% dos quais aderiram à greve. Lisandra Gouveia salientou ainda que os trabalhadores fizeram uma proposta à empresa mas que não obtiveram resposta sobre esta questão.

Tópicos

Outras Notícias