JPP pede desbloqueio e abertura do caminho real do Porto Novo

17 Fev 2018 / 14:00 H.

O Grupo Parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP) vai levar ao Parlamento Regional “uma proposta para desbloquear os eixos Caniço-Gaula do caminho real do Porto Novo, que foi barbaramente fechado pelas devidas instâncias do Governo Regional, há cerca de dois anos”.

O deputado Élvio Sousa lembrou, esta manhã, junto ao Porto Novo, que o presidente do Governo Regional “não está a cumprir, uma vez mais, com a palavra dada, já que se comprometeu, há 15 meses, em desbloquear este eixo no lado do Caniço e o eixo, fechado pela ARM [Águas e Resíduos da Madeira] já próximo da freguesia de Gaula, mas até ao momento não cumpriu”.

O diploma deverá ser discutido esta semana e o JPP convida a população a acompanhar os trabalhos na Assembleia Legislativa da Madeira. Além disso, Élvio Sousa deixa um alerta ao executivo regional: “Vamos dar um prazo de um mês para o presidente do Governo e a secretária regional da tutela, Susana Prada, resolverem esta questão, em respeito pela história, pelos caminhos reais e pela memória colectiva. É preciso retirar este muro de betão permitindo, assim, a passagem para o caminho real. Depois, tratamos da limpeza, facilitando o acesso dos turistas e a preservação do património”.

Na ocasião, o deputado e dirigente do JPP salientou ainda que, nas últimas duas décadas, o Porto Novo “tem sido uma zona martirizada” pelo Governo Regional. “Podemos conviver com a indústria e com a situação de extracção e depósito de inertes, mas com o devido respeito pelo ambiente e pela qualidade de vida da população”, avisou.

Outras Notícias