CMF já investiu 7 milhões de euros nas zonas altas do Funchal

Autarquia reforça aposta nas zonas altas com prolongamento da Vereda do Boliqueime

24 Ago 2017 / 10:39 H.

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) vai avançar para o prolongamento da Vereda do Boliqueime, em Santo António. A nova estrada entre a rotunda da Vasco Gil, na Cota 500, e o Caminho do Trapiche já está adjudicada e representará um investimento municipal de 450 mil euros. O Presidente Paulo Cafôfo considera tratar-se de “mais uma obra que é uma reivindicação antiga da população de Santo António e que será uma ligação fundamental para a população que vive no Boliqueime.”

A obra em questão vai alargar a pequena vereda existente no Boliqueime, numa extensão aproximada de 330 metros, melhorando as condições de acessibilidade existentes para a circulação viária naquele núcleo habitacional, passando a ficar asseguradas necessidades básicas da população residente, como é o caso da recolha do lixo, do acesso de meios de emergência e segurança e do acesso dos veículos particulares às respectivas habitações, com os impactos que isso contempla no dia-a-dia de qualquer família.

Estão igualmente previstas a execução das infra-estruturas de redes de água potável, residual e pluvial e, devido às cotas baixas da recolha dos esgotos, será executada uma nova estação elevatória. A rede de iluminação pública será refeita e melhorada, em colaboração com a Empresa de Eletricidade da Madeira, e as serventias existentes serão, por fim, repostas com nova configuração, tendo em conta as cotas de projecto do arruamento.

O prolongamento da vereda tem um prazo de execução estimado de 270 dias, a partir do início das obras.

“Mesmo numa conjuntura difícil, com os obstáculos que todos conhecem, investimos neste mandato 7 milhões de euros nas zonas altas do Funchal”, sublinhou Paulo Cafôfo, que nomeia “as pavimentações, o saneamento básico e as novas acessibilidades” como as prioridades de investimento do seu executivo.