Câmara de Lobos inicia estudo sobre a qualidade de vida dos idosos

24 Abr 2018 / 16:32 H.

Um grupo de investigadores e estudantes do curso de enfermagem da Escola Superior de Enfermagem S. José de Cluny (ESESJC), no Funchal, em parceria com a Câmara Municipal de Câmara de Lobos, iniciam na próxima quinta-feira, dia 26 de Abril, na freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, o trabalho de campo de caracterização da população idosa daquela freguesia. O levantamento de dados visa a elaboração de um estudo de ‘Caraterização do Nível de Dependência e Qualidade de Vida dos Idosos das Zonas de Maior Vulnerabilidade Social de Câmara de Lobos’.

O estudo que agora se inicia decorre de um protocolo de cooperação celebrado entre a Câmara Municipal de Câmara de Lobos celebrou e a Escola Superior de Enfermagem S. José de Cluny (ESESJC), no passado dia 2 de Fevereiro.

Segundo a vereadora da intervenção social, Vanessa Azevedo, “o principal objectivo do presente estudo consiste em conhecer o nível de dependência e a qualidade de vida relacionada com a saúde da população-alvo, tendo em atenção aspectos como o estado cognitivo, a adesão ao tratamento e o risco de quedas, de modo a disponibilizar indicadores que permitam implementar medidas de intervenção social que promovam a qualidade de vida e o envelhecimento activo, junto dos seniores do concelho”.

Após a recolha dos dados, o próximo passo é o estudo exaustivo da situação actual dos idosos do concelho, sendo que o estudo permitirá “disponibilizar aos decisores municipais e às organizações com intervenção social no concelho, indicadores pertinentes sobre o nível de dependência e necessidades de saúde da população-alvo”, revelou a autarca.

Considerando os recursos humanos disponíveis e a complexidade do estudo a realizar, esta fase de projecto cingir-se-á à freguesia do Estreito de Câmara de Lobos, que servirá como freguesia piloto para implementação do projecto. Em função dos resultados alcançados nesta primeira fase, a autarquia irá avaliar a extensão desta iniciativa às restantes freguesias do concelho, no decurso do próximo ano.

O trabalho de campo, dos próximos dias 26 e 27 de Abril, acontece entre as 10 e as 16 horas e envolve cerca de 42 estudantes do 3.º ano do curso de enfermagem da (ESESJC), sob coordenação de professores daquela estabelecimento de ensino superior. O estudo incide sobre a população com 65 ou mais anos, residente nos sítios dos Barreiros, Cabo Podão, Casa Caída, Castelejo, Covão, Panasqueira, Fajã das Galinhas, Fontes, Foro, Furneira, Garachico, Pomar do Meio, Quinta de Santo António e Vargem.

A recolha de dados será realizada através de formulários aplicados pelos estudantes do curso de enfermagem, que se apresentarão devidamente identificados com colete ou bata e cartão de identificação da ESESJC, directamente ao adulto-idoso. A participação dos idosos é facultativa, estando garantido o anonimato e a confidencialidade dos dados recolhidos.

Para qualquer esclarecimento sobre este estudo, a população poderá contactar a Escola Superior de Enfermagem S. José Cluny (291 743 444) ou a Câmara Municipal de Câmara de Lobos (291 911 080)

Outras Notícias