‘Caixa Geral’ exige 56 milhões a Joe Berardo

10 Nov 2017 / 07:20 H.

A Caixa Geral de Depósitos quer cobrar calote de investidor madeirense. Joe Berardo deverá ter que pagar 56 milhões de euros, neste que é o processo de execução com o valor mais elevado alguma vez admitido na Comarca da Madeira. Segundo as estimativas, Joe Berardo e as suas empresas devem cerca de mil milhões de euros à banca. Esta é a notícia que faz manchete na edição impressa de hoje do DIÁRIO.

Em termos sociais, destaque para os a chegada de emigrantes, que têm feito disparar os pedidos de ajuda. Na Misericórdia da Calheta pede-se uma ‘dispensa social’ para ajudar os que mais precisam. Na Ribeira Brava, uma associação auxilia 10 família que chegaram da Venezuela.

No campo da Saúde, esteja atento à diabetes, que já ‘apanhou’ 40% dos madeirenses.

Nos casos do dia, damos a conhecer o caso de um homem que rondou, armado, uma casa de abrigo onde se encontrava a sua mulher. O detido enfrenta processo de violência doméstica.

No desporto, conheça a história de um homem que ganhou 12 milhões a jogar poker, mas que veio à Madeira para competir no bridge.

Saiba tudo isto e muito mais na edição impressa de hoje do DIÁRIO e acompanhe ao longo do dia mais notícias no dnoticias.pt, no nosso Facebook, Instagram ou na nossa plataforma.