Cobardias politicas

12 Jan 2018 / 22:40 H.

    Ao tomar conhecimento das graves acusações proferidas pelo sr. Deputado Carlos Rodrigues na ALM fiquei indignado com aquele vocabulário baixo e rafeiro produzidas por um deputado eleito pelo povo. Este sr. deputado é useiro e vezeiro na ofensa gratuita e nas acusações sem conteúdo como é exemplo estas que visaram o Sr. Presidente da CMF. Isto sim é da mais baixa cobardia política uma vez que Paulo Cafôfo nem estava presente para se defender. Não estou a fazer de advogado de Paulo Cafôfo, primeiro porque não tenho habilitações para tal e segundo porque ele não me pediu e certamente saberá defender-se no momento e no lugar próprio. A razão da minha indignação é porque conheço muito bem a “peça” enquanto deputado da Assembleia Municipal do Funchal da qual fizemos parte durante 4 anos (2013/2017) e onde várias vezes confrontei o Sr Carlos Rodrigues com a sua demagogia, as suas inverdades, a sua reles baixeza política e as falsas acusações infundadas demonstrando assim a sua condição de arruaceiro na CMF e diversas vezes na ALM. Em minha opinião, este senhor é que nem serve para militante de base e muito menos para líder de coisas nenhuma. Quanto a mim o Sr Deputado Carlos Rodrigues é que deveria ser confrontado pelo Ministério Público e dizer em que se baseia para fazer as acusações gratuitas afirmando que Paulo Cafôfo baralhou e obstaculizou a investigação ao acidente do Monte. Repito, apenas manifestei publicamente a minha indignação às declarações agora proferidas por este senhor deputado porque acho não tem qualidade para ocupar o lugar onde está e defender com dignidade a população que o elegeu. O arruaceiro mor da Madeira já foi afastado pelo povo para os lados do Quebra Costas agora faltam estes arruaceiros domésticos, assalariados da política, serem relegados de toda e qualquer lugar digno como deveria ser a ALR. Mas isso deve estar para breve!

    Juvenal Rodrigues

    Outras Notícias