Real Madrid procura frente ao Atlético somar primeiro troféu pós-Cristiano Ronaldo

13 Ago 2018 / 09:18 H.

O tricampeão europeu Real Madrid procura na quarta-feira frente ao ‘vizinho’ e detentor da Liga Europa Atlético de Madrid, conquistar o primeiro troféu após a saída de Cristiano Ronaldo e o terceiro triunfo consecutivo na Supertaça europeia de futebol.

Talin, na Estónia, vai ser palco da primeira das 43 edições da Supertaça europeia com duas equipas da mesma cidade, caso do Real, vencedor da Liga dos Campeões, e Atlético, agora com Gelson Martins, campeão da Liga Europa.

Esta será também a quarta ocasião nas últimas cinco edições que a Supertaça europeia é decidida por duas equipas de Espanha, aumentando para nove o número de títulos espanhóis nas últimas 10 edições.

Apenas o Bayern Munique, em 2012/13, levou o troféu para fora de Espanha nas últimas nove edições, que tiveram como vencedores o Real Madrid (2015/16, 2016/17 e 2013/14), FC Barcelona (2014/15 e 2010/11 -- frente ao FC Porto -- e 2008/09) e Atlético de Madrid (2011/12 e 2009/10).

O Real Madrid ganhou quatro das seis edições que disputou, incluindo as últimas duas, e, depois de ter sido a primeira equipa a vencer três vezes seguidas a Liga dos Campeões, pode também ser a primeira a concretizar feito idêntico na Supertaça.

O Atlético possui um registo 100% vitorioso na Supertaça, uma vez que ganhou as duas edições em que participou, em 2010 e 2012, como detentor da Liga Europa, ao bater os italianos do Inter Milão (2-0) e os ingleses do Chelsea (4-1).

Com o treinador Julen Lopetegui a substituir o francês Zinedine Zidane no comando técnico do Real Madrid, e sem o português Cristiano Ronaldo, que rumou à Juventus, nem o croata Mateo Kovacic (Chelsea), o guarda-redes belga Thibaut Courtois (ex-Chelsea) acaba por ser a contratação mais sonante para a nova época.

Com Courtois chegaram também, entre outos, o brasileiro Vinícius Júnior (ex-Flamengo) e Álvaro Odriazola (ex-Real Sociedad).

O Atlético de Madrid, do treinador argentino Diego Simeone, reforçou o plantel, entre outros, com Thomas Lemar (ex-Mónaco), Rodri (ex-Villarreal), Nikola Kalinic (ex-AC Milan), Santiago Arias (ex-PSV Eindhoven), Jonny Castro (ex-Celta de Vigo) e Antonio Adán (ex-Bétis), além de Gelson Martins.

O jogo terá lugar no Estádio Lilleküla, em Talin, na Estónia, na quarta-feira, com início às 22 horas locais (20 horas em Lisboa).

A capital da Estónia junta-se a Praga (2013), Cardiff (2014), Tbilisi (2015), Trondheim (2016) e Skopje (2017) como cidades que já receberam a decisão da Supertaça, desde que esta deixou a sua localização de longa data no Mónaco.

Outras Notícias