Aumenta para quatro o número de infectados no sistema prisional

31 Mar 2020 / 18:11 H.

O Ministério da Justiça revelou hoje que aumentou para quatro o número de infectados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento domiciliário segundo indicação da saúde pública.

Em comunicado, o Ministério da Justiça adianta que os infectados com o novo coronavírus são um guarda prisional do Hospital Prisional S. João de Deus (Caxias), uma auxiliar do mesmo hospital, um outro guarda da cadeia de Custoias, no Porto, e uma mulher que entrou no sistema prisional já infectada e que está em isolamento hospitalar.

O ministério recorda que estão proibidas as visitas aos reclusos, que o Plano de Contingência para a covid-19 tem sido regularmente actualizado e que na segunda-feira foram distribuídas 13.900 máscaras pelos estabelecimentos prisionais de todo o país, excepto nos das regiões autónomas.

“O stock de máscaras e outros materiais de prevenção de contágio irão ser renovados à medida das necessidades”, indica a nota, acrescentando que o director-geral dos serviços deu ordens para que “as máscaras devem ser usadas por todos os colaboradores” e que esta lhes é dada quando iniciam as funções diárias.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direcção-Geral da Saúde, registaram-se 160 mortes, mais 20 do que na véspera (+14,3%), e 7.443 casos de infecções confirmadas, o que representa um aumento de 1.035 em relação a segunda-feira (+16,1%).