Baleares decretam três dias de luto pelos 7 mortos em acidente aéreo em Maiorca

25 Ago 2019 / 19:09 H.

A presidente das Ilhas Baleares, Francina Armengol, decretou hoje três dias de luto pela colisão aérea entre um helicóptero e um ultraleve em Maiorca, que provocou sete mortos.

O acidente, que aconteceu no município de Inca, de acordo com a agência noticiosa Efe, deu-se às 13h35 (12h35 em Lisboa).

De acordo com o novo balanço, morreram pelo menos sete pessoas, duas das quais menores. A anterior contabilização dava conta de cinco vítimas mortais.

Como consequência do acidente perderam a vida os três adultos e dois menores que viajavam no helicóptero e os dois ocupantes do ultraleve, cujo piloto era um cidadão valenciano e viajava com um amigo.

Quatro vítimas do helicóptero são de nacionalidade alemã, um casal e o seus dois filhos. A outra vítima é o piloto do aparelho, de nacionalidade italiana.

A Guardia Civil abriu um investigação para esclarecer as causas do acidente.

Entretanto, a presidente das Baleares deslocou-se ao local do acidente, tendo expressado os seus pêsames aos familiares e amigos das vítimas.

“Amanhã [segunda-feira] iremos decretar três dias de luto na comunidade autónoma e faremos um minuto de silêncio nas instituições amanhã de manhã”, anunciou Francina Armengol, que é natural do município onde ocorreu o acidente aéreo.

Outras Notícias