Só envolvendo as pessoas poderemos mitigar as catástrofes naturais

Domingos Rodrigues, ex-vereador da CMF e docente universitário, deu uma autêntica aula de prevenção e riscos que a Madeira nos oferece

12 Jan 2019 / 19:08 H.

No último painel de debate da Convenção Estados Gerais do PS-Madeira, debateu-se o tema “Florestas: produção, conservação e segurança das pessoas”, com a participação do presidente do Observatório Técnico Independente para Análise de Incêndios Florestais e Rurais, bem como Domingos Rodrigues, docente universitário e do Centro de Ciências Exactas e da Engenharia, que também já foi vereador pelo Funchal responsável pela protecção civil, num debate mediado por Sílvia Sousa Silva.

O primeiro salientou a necessidade de sabermos a quantas andamos, definir estratégias, sobretudo a longo prazo, para depois podermos agir.

Já Domingos Rodrigues dedicou grande parte da sua intervenção mostrando e explicando slides com algumas das principais catástrofes naturais ocorridas na Madeira nos últimos anos, lembrando que em todos estes casos o único factor não previsível era precisamente o comportamento da natureza, pois no caso dos humanos, os residentes nesta ilha, só com prevenção, educação, sensibilização e sobretudo envolvimento nas problemáticas e nas decisões das suas comunidades, poderá surtir efeitos a médio e longo prazo.

O antigo vereador lembrou o exemplo do Curral dos Romeiros, que depois dos incêndios de 2016, foram envolvidos e envolveram-se num projecto de auto-protecção civil, para mostrar que, efectivamente, só envolvendo as pessoas poderemos mitigar as catástrofes naturais.

Tópicos

Outras Notícias