“Na nossa Região havia mais de 20000 reformados e pensionistas com reformas abaixo às da média nacional”, diz o PCP

12 Dez 2018 / 14:26 H.

O PCP realizou um encontro com reformados e pensionistas. Recorde-se que o partido apresentou como propostas de alteração a este orçamento em discussão, para 2019, por forma a aumentar os rendimentos da população idosa da RAM e a dignificar as suas vidas.

“A realidade é que milhares de reformados, pensionistas e idosos na nossa Região, auferem rendimentos abaixo do salário mínimo, comprometendo a sua sobrevivência e dignidade de vida. Em 2017, por exemplo, na nossa Região havia mais de 20000 reformados e pensionistas com reformas abaixo às da média nacional. Por isso o PCP propõe mais uma vez (e tem-se debatido nesta matéria há mais de 20 anos, sendo sempre declinada pelo partido da maioria) que seja atribuído aos idosos da nossa Região um Complemento de reforma no valor de 65 euros com rendimentos abaixo do salário mínimo, medida que já existe, aliás na Região Autónoma dos Açores desde 1999 e que lá foi viabilizada inclusive pelo PSD”, disse Sílvia Vasconcelos.

Outra medida que propõe é a criação de mais equipamentos sociais de acolhimento de idosos na RAM, nomeadamente a criação de uma rede de lares, como resposta pública às necessidades crescentes desta faixa populacional que tende a aumentar substancialmente. Esta proposta, explicou, fundamenta-se precisamente com a nova dinâmica populacional, mas também com o elevado número de altas problemáticas na Região (em torno de 600 doentes com alta clínica, que permanecem internados por falta de resposta social).

“Confiamos que estas propostas reverter-se-iam em maior protecção social, em maior inclusão social, capaz de salvaguardar a dignidade e o respeito a que os nossos reformados e pensionistas têm direito. É preciso viabilizar, politicamente, medidas que tenham reflexo real na sua economia diária e lhes permita aceder um nível de vida condigno. É preciso que seja bom envelhecer na nossa Região”, concluiu.

Outras Notícias