Família pede ajuda para encontrar Paulo, desaparecido há quase uma semana

O utente do Atalaia Living Center foi dado como desaparecido na passada quinta-feira

12 Dez 2018 / 08:05 H.

Preocupada com o familiar desaparecido, há quase uma semana do Atalaia Living Center, a família de Paulo Gouveia lançou um apelo para que os ajudem “a encontrar o Paulo”.

O utente do Atalaia Living Center está dado como desaparecido desde o passado dia 6 de Dezembro (quinta-feira), altura em que se ausentou da Unidade onde se encontra internado desde 2015.

Eram aproximadamente 16 horas quando Paulo, de 37 anos (completados no dia do seu desaparecimento), saiu das instalações do Atalaia.

Segundo a família, não era hábito Paulo sair sem autorização escrita da instituição e sem presença obrigatória do tutor, o irmão, ou alguém por ele designado para ir buscar o Paulo e levá-lo até casa para passar um ou dois dias, uma vez que utente precisava de auxílio para tudo.

Pelas 18 horas, como ainda não tinha regressado foram accionados os procedimentos instituídos e iniciaram-se as buscas no interior e perímetro da Unidade que, no entanto, se verificaram infrutíferas. Por conseguinte, foi dado o alerta às autoridades competentes que, de seguida, iniciaram as buscas até agora sem sucesso.

De acordo com a informação posta a circular pela família, na altura do seu desaparecimento Paulo envergava uma “T-shirt cor de laranja, umas calças cinzentas e sapatilhas pretas”.

Os familiares apelam a quem tiver informações sobre o seu paradeiro para que entre em contacto com o irmão Ilídio Gouveia, através do telefone 925 143 921, ou directamente com a PSP.

Outras Notícias