EasyJet compra vagas da Thomas Cook nos aeroportos de Bristol e Gatwick

08 Nov 2019 / 14:55 H.

Após a falência da Thomas Cook, várias companhias ligadas ao turismo tentam preencher as vagas deixadas pela agora extinta empresa de viagens britânica.

A EasyJet adiantou-se e assegurou as vagas nos aeroportos de Bristol e Gatwick por 53 milhões de euros, segundo uma notícia avançada pela Reuters.

As vagas compradas dividem-se entre as estações de verão e inverno, sendo que no aeroporto de Bristol a EasyJet adquiriu seis vagas de Verão e uma de Inverno, e em Gatwick adquiriu doze vagas de Verão e oito de Inverno.

A falência da Thomas Cook teve um impacto relevante em Portugal, em especial no Algarve e na Madeira. Na Região, a extinção da companhia colocou em causa 4 mil pacotes de viagens do Reino Unido para a Madeira.

Recorde-se que, só nos últimos dois anos, a Madeira enfrentou a falência de sete companhias aéreas que voavam para a Região.

Outras Notícias