Comerciantes do Funchal consideram que intervenções artísticas na rua contribuem para a dinâmica das vendas

15 Jul 2019 / 17:42 H.

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) promove, até ao final do mês de agosto, uma intervenção de cariz artístico na Rua Direita e na Rua da Cadeia Velha, cedida para o efeito pela Direcção Regional de Serviços de Educação Artística e Multimédia, a pedido da autarquia. O objectivo da iniciativa é dotar as ruas de maior atractividade, dinamizando-as através de obras de alunos de várias escolas da Região.

A CMF enaltece que a arte e a cultura têm demonstrado ser ferramentas significativas na dinamização urbana e económica do concelho, algo que o Município tem vindo a potenciar, valorizando os artistas regionais, bem como descentralizando a oferta e atraindo novos públicos. A exposição de obras de arte feitas pelos mais jovens nestas duas ruas da Baixa é mais um exemplo de uma abordagem inovadora que pretende dinamizar a cidade e o comércio local.

A propósito, a CMF fez uma sondagem de opinião junto dos comerciantes com actividade nestas ruas, desde o início da exposição, com o objectivo de avaliar o seu grau da satisfação, bem como recolher sugestões e contributos. No levantamento efectuado, verificou-se um grau de satisfação “elevado e generalizado”, em que foi reconhecida a maior afluência de locais e turistas aos espaços comerciais em causa, pelo que alguns comerciantes assumem mesmo impactos positivos nas vendas, após a instalação deste novo factor de atractividade.

“Sem dúvida que a iniciativa trouxe mais pessoas à Rua Direita” e “um efeito muito bom” são algumas das reacções à mais recente intervenção do Município, que demonstram o carácter oportuno e relevante da iniciativa, à qual a autarquia dará agora continuidade, atendendo às especificidades do Centro Histórico da cidade e à qualidade e dimensão das intervenções propostas.

Outras Notícias