Atraso de navio gera constrangimentos para grandes superfícies e construtoras na Região

22 Fev 2019 / 19:20 H.

O navio de mercadorias, Pantonio, que deveria ter chegado ontem de manhã ao porto do Caniçal, foi impedido de o fazer devido às condições marítimas adversas que se fazem sentir no Arquipélago. Só agora (mais de 24 horas após o previsto) é que a embarcação conseguiu atracar no cais.

A embarcação transporta 372 TEUs de mercadorias, 50 carros e mil toneladas de ferro, pelo que o seu atraso representará constrangimentos para as grandes superfícies e empresas de construção sediadas na Região.

Prevê-se que o navio demore pelo menos um dia a descarregar, o que obrigará também os trabalhadores do porto a estar de serviço esta madrugada.

Outras Notícias