“Há um padrão comportamental do Marítimo bastante estranho”

04 Dez 2019 / 12:08 H.

O director de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, criticou a postura do Marítimo frente ao Benfica, na pretérita jornada do campeonato português onde os insulares acabaram por sair da Luz com uma goleada (4-0).

Em declarações proferidas, ontem, ao Porto Canal, Francisco J. Marques comparou os índices competitivos que os verde-rubros apresentaram perante os ‘dragões’ e as ‘águias’, esta temporada.

“Todos nos lembramos do empenho do Marítimo frente ao FC Porto e é surpreendente quando confrontado com a suposta falta de intensidade da sua equipa frente ao Benfica. Contra o FC Porto, os seus jogadores jogam de faca nos dentes, como se costuma dizer, é canela até ao pescoço, com índices de agressividade levados ao máximo. Com o Benfica, mesmo em superioridade numérica, não conseguem igualar a intensidade do adversário e impor o seu jogo”, atirou o director de comunicação do FC Porto, para depois falar num “padrão comportamental bastante estranho”.

“Juntando isso ao que disse o presidente do Marítimo, que se conforma com os golos infantis, há um padrão comportamental nos jogos do Marítimo na Luz bastante estranho. Em tempos, o Marítimo visitar a Luz era uma preocupação para o Benfica, como quando visita o Dragão ou Alvalade, mas de há uns anos a esta parte é uma chuva de golos inexplicável. Só pode ser um fenómeno paranormal na liga portugues”, mencionou.

Outras Notícias