“Cristiano Ronaldo é um grande jogador e hoje ficámos a saber como é difícil pará-lo”

10 Set 2019 / 23:03 H.

Declarações dos seleccionadores da Lituânia e Portugal, após o encontro do Grupo B de qualificação para o Euro2020 de futebol, disputado em Vilnius, que a selecção das quinas venceu, por 5-1.

- Fernando Santos (seleccionador de Portugal): “Foi uma vitória justa, da equipa com os melhores jogadores e isso resolveu o jogo.

A primeira parte não foi muito bem conseguida, por responsabilidade minha, que não passei bem a mensagem. Na segunda parte, tomámos conta do jogo definitivamente. A Lituânia não criou qualquer perigo. Os golos foram aparecendo e o Cristiano também.

O Ronaldo já fez isto muitas vezes. Foi meu jogador em 2003 no Sporting e já era assim. Não me surpreende. Conheço-o bem. É o melhor do mundo. Acredito que vai bater o recorde de golos mundiais. Se tivesse jogado alguns jogos particulares que fizemos ainda tinha mais golos. Quando ele não marca, é que as pessoas acham estranho e às vezes cai o Carmo e a Trindade, que Ronaldo estava a acabar. Ele nunca acaba.

- Valdas Urbonas (seleccionador da Lituânia): “Sofrer cinco golos foi doloroso. Estivemos bem, tivemos uma boa estratégia na primeira parte, mas na segunda acabámos por não conseguir manter isso.

Ficámos desanimados depois do segundo golo. O Cristiano Ronaldo é um grande jogador e hoje ficámos a saber como é difícil pará-lo”.

Outras Notícias