Voo charter a 65 euros é ‘prenda no sapatinho’ dos estudantes

07 Dez 2017 / 07:00 H.

“Voo charter a 65 euros para estudantes” é a notícia em manchete na edição desta quinta-feira.

O acordo inédito entre o Governo Regional e a TAP garante voo extra a 20 de Dezembro com regresso a Lisboa a 1 de Janeiro, comercializado ao valor do subsídio de mobilidade. ‘Natal na Madeira’ é o nome dado à operação que pode incluir residentes, caso sobrem lugares. Serão mais de 2000 lugares que a companhia vai disponibilizar nesta quadra.

Na política, Paulino Ascensão avança para a coordenação do Bloco de Esquerda na Madeira. O deputado à Assembleia da República confirma a candidatura às eleições internas de Março de 2018 para “alterar estratégia” seguida pelo partido. O actual coordenador, Roberto Almada, deve recandidatar-se.

Polémica está a dar o fecho da Rua das Fontes, na baixa da cidade. A obra particular foi autorizada pela Câmara que vedou aquele acesso ao trânsito, motivando fortes críticas dos comerciantes que reclamam da quebra nas vendas.

A controvérsia está também latente no concurso de admissão das trupes de Carnaval que terá em 2018 como tema ‘600 anos de Alegria’ e contará com nove agrupamentos participantes. Há três baixas, uma novidade e muitos reparos à organização.

“Sem dó nem piedade” é o título que resume o afastamento do Marítima da Taça de Portugal. O ‘carrasco’ foi a modesta equipa da Cova da Piedade, que luta pela permanência na II Liga, e que veio ao Funchal levar o jogo para prolongamento e resolver a eliminatória nos penaltis.

A lagoa do Santo da Serra que está ‘condenada’ a uma paragem anual de manutenção que custa 25 mil euros é outra das notícias que pode ler na íntegra e em exclusivo no seu DIÁRIO.