Sucesso do IDE ‘obriga’ a reforço de 12 milhões

15 Jul 2018 / 21:26 H.

O vice-presidente do Governo Regional solicitou à Comissão Europeia e também à Unidade de Gestão nacional que gere os fundos comunitários que proceda a um reforço de “12 milhões de euros” para que o Executivo madeirense continue a apoiar o comércio e a competitividade do tecido comercial, em especial das pequenas e médias empresas.

Pedro Calado acredita que esse desejo irá ser conseguido, uma vez que as “taxas de compromisso e de execução” têm tido índices de registo “6% acima da média nacional”, sublinhou à margem de uma visita que efectuou esta tarde à Expomadeira.

Se assim acontecer, garantiu que “10 milhões de euros” serão para apoiar directamente as empresas, adiantou, elogiando o trabalho tem vindo a ser desencadeado pelo IDE - Instituito de Desenvolvimento Empresarial e do e do IDR - Instituto de Desenvolvimento Regional - entidas que estão sob a sua tutela.

Palavras cheias de optimismo que reflectem os “70% de taxa de compromisso” alcançados na Região, seis pontos percentuais superior à média conseguida em território continental e “30%” no capitulo da “execução dos projectos”, 7% mais elevada quando comparado com o que se passa em Lisboa e “quando ainda faltam dois a três anos para a conclusão dos processos”, afirmou aproveitando para aplaudir “o forte dinamismo que a economia regional tem tido”.

Outras Notícias