JPP quer mais atenção à área social

07 Dez 2017 / 22:13 H.

O Juntos pelo Povo (JPP) defende a criação de um fundo social para apoiar situações de emergência e carência de âmbito social familiar e também a criação de um gabinete de medicina dentária comunitária no concelho da Ribeira Brava. As duas recomendações serão apresentadas na Assembleia Municipal da Ribeira Brava pelo deputado municipal do JPP, Rafael Macedo:

“Devido ao contexto socio-económico e demográfico do município, justifica-se a criação de um Fundo Social de Emergência, para criar medidas complementares de apoio que respondam às reais necessidades da população da Ribeira Brava, com comprovada carência económica”.

Este apoio deverá ser efectivado “através de uma análise social, pelos serviços da Câmara com competência na acção social, sob dependência do vereador municipal com o respectivo pelouro, de acordo com regulamento próprio”.

Quanto ao gabinete de medicina dentária comunitária, Rafael Macedo explica que vem ao encontro das necessidades de muitos ribeira bravenses que não conseguem pagar os preços elevados, praticados em muitas instituições privadas.

“Funcionaria em instalações municipais, tendo em vista a intervenção terapêutica nos casos de infecção de peças dentárias em crianças e adultos. A câmara municipal asseguraria a instalação e os equipamentos necessários. O impacto orçamental é de 50 mil euros anuais. Estimamos que este investimento possa beneficiar cerca de 1500 utentes por ano”, sublinhou o deputado municipal do JPP.

Estas propostas foram reveladas esta quinta-feira, à margem do convívio de Natal, que reuniu dirigentes, militantes e simpatizantes do JPP num restaurante da Ribeira Brava, onde o secretário-geral, Élvio Sousa, deixou um alerta ao presidente do Governo Regional: “Cumpra as promessas à população, sobretudo na área social. Queremos um presidente presente e não ausente, refém do domínio absoluto do ‘betão’ e que não se esqueça das suas promessas na área social, seja para a melhoria do sector, em descalabro, da saúde, com listas de espera infindáveis para consulta e cirurgias, com falta de medicamentos e avarias constantes de equipamentos, que fazem disparar as despesas do erário público”.

Élvio Sousa solicitou, ainda, a Miguel Albuquerque “um compromisso sério, com a população das zonas altas da Ribeira Brava, na reformulação do projecto da Levada do Norte, sobretudo do túnel da Eira do Mourão, no sentido de evitar a perda de água das nascentes, para os agricultores e regantes”.

Tópicos

Outras Notícias