CDU pede “medidas imediatas” para garantir a segurança das pessoas

Em causa está a queda de eucaliptos junto à Ribeira do Trapiche

14 Jul 2018 / 17:12 H.

A CDU voltou hoje ao sítio da Casa Branca, na Freguesia de Santo António, junto ao Ribeiro do Trapiche, para denunciar a “inércia” do Governo Regional e da Câmara Municipal do Funchal, na garantia da segurança das populações desta localidade.

Ricardo Lume relembra que o seu partido denunciou, no passado dia 14 de Abril, a falta de segurança da população desta localidade, relacionada com um eucalipto danificado e identificado há vários anos, que apresentava perigo, tendo caído e provocado danos numa vereda e na iluminação pública.

Passados quase três meses, a CDU volta a apontar o mesmo perigo naquela zona, com vários eucaliptos de grande porte em risco de cair, sem que nada esteja a ser feito pelas entidades regionais.

Questionados pela CDU, em Abril, ambas as entidades responderam que já tinham conhecimento da situação e estavam a preparar uma intervenção para o corte dos eucaliptos e para a reposição da normalidade da vereda e da iluminação pública, mas segundo Ricardo Lume, “o problema mais grave ainda está por resolver, pois os eucaliptos que colocam em perigo pessoas e bens ainda não foram cortados”. Razão que o leva a pedir “medidas imediatas” para garantir a segurança das populações desta localidade.

Outras Notícias