Trump demite inspector que tratou denúncia que conduziu à impugnação

EUA /
04 Abr 2020 / 11:40 H.

Donald Trump demitiu o inspector-geral dos serviços americanos de inteligência, Michael Atkinson, que recebeu e encaminhou a denúncia anónima que originou o processo de impugnação do presidente americano, avançou hoje a agência Associated Press (AP).

Segundo uma carta a que a AP teve acesso, Trump já informou o Comité de Inteligência do Senado de sua decisão de demitir Michael Atkinson.

Em agosto de 2019, Michael Atkinson considerou “credível e preocupante” a queixa apresentada por um membro anónimo dos serviços de inteligência, tendo-a encaminhado para as comissões de supervisão do Congresso, em cumprimento da lei americana.

Na queixa, o denunciante acusava Trump de pressionar a Ucrânia para investigar o ex-vice-presidente e actual candidato democrata às eleições presidenciais deste ano, Joe Biden, e o seu filho Hunter Biden, que integrou o conselho de administração de uma empresa ucraniana de gás.

O Senado dos EUA acabou por absolver o presidente Donald Trump, com um único republicano, o senador Mitt Romney, a votar contra.

Os democratas não conseguiram obter os 67 votos necessários para condenar o presidente por abuso de poder e obstrução ao Congresso.

Após a absolvição, Trump demitiu, sem explicações, diversos membros ligados ao processo de impugnação.