Explosão em mina de carvão provoca seis mortos na Colômbia

03 Abr 2020 / 23:20 H.

Seis mineiros morreram numa mina de carvão na Colômbia, que explodiu devido à acumulação de gás, em San Cayetano, Norte de Santander, na fronteira com a Venezuela, confirmaram hoje as autoridades.

Segundo a Polícia Metropolitana de Cúcuta, capital do departamento Norte de Santander, o acidente ocorreu na quinta-feira à noite, tendo as organizações de socorro iniciado as buscas desde o momento em que foi dado o alerta.

“Às 22:00 de quinta-feira (04:00 de hoje em Lisboa), na vila de Ayacucho, no município de San Cayetano, ocorreu uma explosão devido a acumulação de gás metano num poço a 1.300 metros da entrada da mina de Montgomery”, disse a polícia.

Segundo a polícia, após terem recebido a chamada de emergência, a Agência Nacional de Mineração coordenou a entrada de cinco equipas de resgate com equipamentos de oxigénio para avaliar a situação atmosférica do túnel.

Perto da meia-noite, a equipa de resgate, que esteve a 1.400 metros de profundidade, relatou o colapso total e começou o trabalho de remoção de terras.

Hoje, o diretor de Defesa Civil no Norte de Santander, coronel Fernando Sandoval, explicou aos jornalistas que “infelizmente o trabalho de resgate não teve êxito”, operações a que acorreram socorristas de outras organizações.

O coronel também informou que, além dos seis mortos, os socorristas resgataram ainda um mineiro ferido, tendo este recebido cuidados médicos num hospital de Cúcuta.

De acordo com a polícia, a mina de Montgomery, tem dois turnos de trabalho com 20 trabalhadores que são rendidos de seis em seis horas.

O comandante da Polícia Metropolitana de Cúcuta, coronel José Luís Palomino, disse que a causa da explosão aparentemente foi provocada por acumulação de gases.

O Instituto Colombiano de Geologia e Mineração anunciou que vai iniciar uma investigação para determinar se a mina estava em conformidade com os protocolos de segurança.