Endividamento público no Reino Unido alcança recorde em Abril devido à pandemia

22 Mai 2020 / 11:10 H.

O endividamento do Governo britânico alcançou os 62.100 milhões de libras (68.746 milhões de euros) em abril, um valor mensal recorde e explicado pelos fortes gastos do Estado no combate a covid-19, segundo dados oficiais hoje divulgados.

Segundo o gabinete de estatísticas do Reino Unido (ONS), o endividamento do setor público - que exclui os bancos nacionalizados - foi 51.100 milhões de libras (56.559 milhões de euros) mais elevado do que em abril de 2019.

O valor é também significativamente mais elevado do que o previsto pelos analistas, que tinham estimado um endividamento de 30.700 milhões de libras (33.970 milhões de euros) para esse período, refere a agência France Presse (AFP).

A crise originada pela covid-19 levou o Ministério da Economia a lançar um programa de manutenção de postos de trabalho, para evitar que as empresas diretamente afetadas pela crise despedissem os trabalhadores.

Com a medida, o Governo comprometeu-se a suportar 80% dos salários mensais dos trabalhadores em risco de despedimento até um máximo de 2.500 libras (2.758 euros).

Como resultado do aumento do endividamento estatal, a dívida líquida do setor público subiu até aos 1,8 mil milhões de libras (mais de 2,0 mil milhões de euros) no final de abril.