Vaticano confirma D. Nuno Brás bispo da diocese do Funchal

12 Jan 2019 / 11:05 H.

Já existe ‘fumo branco’. D.Nuno Brás da Silva Martins substituirá D. António Carrilho à frente da diocese do Funchal. A confirmação chega através do boletim do Vaticano, que acaba de veicular a decisão, no entanto a confirmação oficial do Santo Padre.

Seja como for, desde 2017 que o DIÁRIO tem vindo a dar conta que o actual bispo auxiliar de Lisboa era uma das figuras mais apontadas para suceder Carrilho.

Em Novembro de 2018, o nosso jornal chegou mesmo à fala com o prelado. Nessa altura avançamos que a sua indigitação estava iminente e que seria uma questão de dias para ser dado como certo para poder se instalar no Largo Visconde Ribeiro onde está situado o paço episcopal madeirense, apesar de existir alguma resistência do clero madeirense mais conservador que continua a ver esta solução com desconfiança, isso mesmo terá sido manifestado ao Núncio Apostólico, em Lisboa.

Mas não haverá volta a dar. D.Nuno Brás da Silva Martins será mesmo bispo da diocese do Funchal num processo de sucessão que demorou dois anos, o que valeu várias críticas por não ter sido tão célere quanto muitos vaticinavam.

Depois de D. António Carrilho ter completado 75 anos, idade limite para o exercício de funções, o processo foi sendo ‘cozinhado em lume brando’ tão brando que o desconforto começou a ser evidente.

O novo chefe da igreja madeirense nasceu a 12 Maio de 1963, tem 54 anos, nasceu em Vimeiro, na Lourinhã, licenciou-se em Teologia em 1985. Além de sacerdote acumula a carreira como professor, reitor e autor de diversos livros, bem como artigos científicos publicados em diversas revistas.

O passo seguinte será dado pelo Papa Francisco ao aceitar a resignação de D. António Carrilho, nomeando-o bispo cessante até à tomada de posse que acontecerá na Sé catedral. Cumprida este acto Carrilho passará a bispo Emérito, de resto, como aconteceu com o seu antecessor, D. Teodoro Faria.

Esta manhã, fontes do clero indicaram que 17 de Fevereiro poderá ser a melhor data para a investidura do novo bispo da igreja madeirense.

Outras Notícias